EMAGRECIMENTO COM ACUPUNTURA

A ARTE DE PERDER PESO SEM PASSAR FOME

 

A obesidade é hoje a causa de uma infinidade de doenças.

Quando se fala em obesidade é sempre bom ressaltar que comemos não só por necessidade mas também por prazer.
É necessário que se trate um "gordinho" como alguém que gosta compulsivamente de comer.
Em minha experiência clínica, pude observar que todo obeso tem seu lado 'pinóchio'.
A coisa mais difícil de ocorrer, é um paciente obeso confessar que come abusivamente e compulsivamente. A grande maioria afirma ter uma dieta a base de verduras, frutas e vinagretes...incrível observar como nenhum deles ingere alimentos tais como biscoitos, sanduíches, picanhas, macarrão, nenhum deles come uma torta, nenhum deles vai ao McDonalds com freqüência, nenhum deles assiste ao futebol se deliciando com uma linguicinha frita com cerveja...
Enfim...engordam por obra e graça do Divino Espírito Santo.

O paciente obeso que confessa comer quantias obscenas de comida, torna-se um paciente de mais fácil tratamento justamente por esse reconhecer que tem um distúrbio.

É preciso deixar bem claro o seguinte: o obeso é obeso porque come ou comeu demais. Ponto.
Qualquer afirmação fora disso carece de embasamento científico e é mera especulação.

Existem verdadeiras lendas urbanas que afirmam que uma pessoa com distúrbios endócrinos come 50 gramas de alface com vinagretes e engorda 3 kilos. Nada disso existe de fato.
Há uma grande indústria da desinformação reinando nessa área e que alimenta uma outra indústria ainda maior...a indústria dos medicamentos, das internações e das cirurgias de redução de estômago.
Deixo aqui uma pergunta para aos leitores leigos, mas que porém apreciam a arte do raciocínio. Por que um paciente que pesa 190 kilos devido a um "distúrbio endócrino", elimina rapidamente 80% do seu sobrepeso logo após a cirurgia de redução de estômago?
Porque pára de comer, não é mesmo?
Ok...então prossigamos.

 

Todos buscamos fontes de prazer na vida. Uns conseguem prazer numa caminhada na beira de uma praia, outros conseguem prazer na prática sexual, outros em jogos, alguns conseguem prazer em estudos e descobertas, etc...o obeso sente prazer em COMER.

O obeso não come por fome excessiva. O obeso come para saciar uma vontade que lhe vem 'da alma'.

É como se algum mecanismo de troca em seu cérebro estivesse alterado. O obeso tentar tapar problemas pessoais com comida.

 

Todos já sentimos pelo menos uma vez na vida a sensação de plenitude estomacal (aquela sensação de que não cabe nem mais um bago de arroz no estômago). Geralmente sentimos isso em almoços de finais de semana na casa da avó quando essa faz o prato predileto do neto. E esse então se sacia de forma descompensada. O obeso tem a necessidade de ter essa sensação DIARIAMENTE e sempre que come.

O fato é que nosso estômago leva cerca de 20 minutos após estar saciado a nos dar o aviso de que "não quer mais comer". E, não raro, o obeso tem o hábito de comer rapidamente.
Claro que tudo que for ingerido antes do "alarme" soar e que for além da real necessidade da pessoa, acaba virando gordura. O organismo humano entende que é uma forma de armazenamento energético para o futuro como se fossemos enfrentar algum período pós nuclear.

Todo hábito compulsivo é rápido. E quando comemos compulsivamente não é diferente.

Sem freios, o organismo não tem como assimilar adequadamente o que se ingere e a conseqüência disso é o acúmulo de gordura.

 

SIM,  DOUTOR.....MAS E DAÍ?

 

Bem...e daí que isso tudo tem tratamento. Essa é a melhor notícia.

A acupuntura atinge o obeso em regiões estratégicas. Veja abaixo onde a acupuntura atua no organismo quebrando o ciclo do aumento de peso.

 

* Apetite - A acupuntura regula " a vontade de comer " do paciente. Não há como se controlar a fome, visto que essa é apenas um aviso de que o organismo necessita de energia para se manter. Porém, há pontos de acupuntura em que se faz a regulagem do apetite, que nada mais é que a vontade de comer além daquilo que seu corpo realmente necessita.

 

 

* Eliminação - Outra coisa muito comum em pessoas com excesso de peso é a constipação (prisão de ventre constante). A acupuntura reeduca o sistema intestinal a eliminar fezes constantemente, colaborando assim na depuração corporal.

 

* Compulsão alimentar - A compulsão é um problema ainda mais grave que o apetite voraz. O comedor compulsivo não só tem prazer em comer excessivamente, como também se sente culpado ao término de sua gulodice. É o tipo de caso que durante muitos anos foi exclusivo de clínicas especializadas e que agora a acupuntura traz uma nova proposta a fim de minimizar esses sintomas. O comedor compulsivo é como que um "viciado em comer", e deve ser tratado de forma um pouco mais delicada.

* Qualidade do sono - A pessoa que dorme mal, vive mal. O sono de baixa qualidade é um dos fatores agravantes do estresse e da ansiedade no mundo moderno.
Um dos pontos principais do tratamento com acupuntura é resgatar a qualidade do sono do paciente bem como a sua capacidade de relaxar mesmo em situações adversas.

 

* Auto-estima - A visão imaginária que o gordo faz de si não é das melhores. Seus padrões de estética são alterados e muitas vezes até mesmo diferenciados. Quando se olha no espelho, o obeso vê seu peso cerca de 30% a menos do que a realidade oferece. Sabe que está bem acima do seu peso ideal mas acha que não está tão mal assim.
Dessa forma, fortalecer o que chamamos de "eu interior" do paciente, torna-se elemento indispensável à um bom caminho de volta na trajetória do emagrecimento.

* Ansiedade - Todo obeso quer perder em dias o que ganhou em anos. E se não for dessa maneira, ele acha que não vai funcionar e que também não vale a pena.
O obeso vive ansioso, dorme mal por ter a mente agitada e come excessivamente como se a comida fosse acabar a qualquer momento.
A acupuntura age nos centros reguladores da ansiedade como que um bálsamo calmante. Com o tratamento da acupuntura, o paciente se mantém em níveis de ansiedade sob controle e permite que, dessa forma, possa controlar sua alimentação de forma saudável e até mesmo seguir com algum rigor a sua dieta (coisa que ele nunca conseguiu fazer justamente devido aos altos níveis de ansiedade).

 

Conforme se percebe, a acupuntura "cerca o dragão" da obesidade. Ela atua onde medicamento nenhum consegue chegar. A medicina chinesa trata a obesidade não como uma doença ou uma casualidade, mas sim como um distúrbio, um conjunto de sintomas que devem ser verificados caso a caso, de forma personalizada, visando não só o emagrecimento do paciente mas também como uma grande melhora em sua qualidade de vida.

Abaixo alguma perguntas bastante freqüentes de alguns pacientes sobre emagrecimento com acupuntura.

 

1) Acupuntura emagrece mesmo?
- Não, acupuntura não emagrece. Quem emagrece é o paciente. É preciso entender que a acupuntura não tira um só grama da pessoa, mas a coloca em condições de começar a perder peso.

2) Se parar de fazer acupuntura a gente engorda tudo de novo?
- Claro que não. A acupuntura não é um medicamento de efeito passageiro. Ela regula o seu organismo e o coloca funcionando corretamente. Após terminado esse processo, o paciente segue sua vida normal e retorna à acupuntura quando desejar e/ou precisar novamente. Mas não que a acupuntura o torne dependente disso.

3) Quantas sessões demoram pra eu perder 10 kilos?
- Demoram o suficiente. Cada paciente perde peso de acordo com a sua estrutura corporal e de acordo com o esforço que fará durante o tratamento. Se seguir uma pequena dieta associada a pequenas caminhadas, certamente acelerará  o processo de perda de peso.
Porém, se fizer acupuntura e comprar uma caixa de chocolates na primeira esquina...a situação se complica.

4) É verdade que o tratamento é com uma sutura na orelha?
- Tratamentos arcaicos como a sutura em um ponto específico da orelha vem sido abolidos ao longo dos anos. Além de não proporcionar ao paciente um perfeito equilíbrio entre os sistemas orgânicos, a sutura auricular oferece riscos (desnecessários) de inflamação. Já houve casos inclusive de amputação da orelha por infecção.

5) Mas então como é o tratamento?
- Existem pontos auriculares (nas orelhas) que são estimulados sim. Durante o tratamento no consultório, esse tratamento é feito com as agulhas comuns de acupuntura. Quando se encerra a sessão, são colocadas pequenas esferas de aço inoxidável (alguns profissionais utilizam sementes de mostarda com o mesmo efeito) em pontos estratégicos e são afixadas com esparadrapo Micropore*. Esse pontos acompanham o paciente 24 horas por dia, não saem no banho e duram cerca de 5 a 7 dias sendo trocados na próxima sessão.
Isso proporciona ao paciente um tratamento bastante consistente e sem riscos de lesões.
Claro que o tratamento nas orelhas é apenas um detalhe a mais nesse tratamento. A acupuntura realizada no corpo é elemento indispensável a quem realmente deseja fazer uma terapia efetiva e com resultados garantidos.

 

 

A acupuntura é isso. Um tratamento antigo e ao mesmo tempo sempre inovador que se adapta às necessidades do mundo moderno.
Qualquer dúvida pode ser tirada através de meu e-mail: medichina@gmail.com

 

Assista abaixo a um vídeo que mostra parte de um tratamento auricular para fins de emagrecimento.